Monsenhor Manoelito da Cruz Bruto, da nossa fraternidade, em la paz de Deus.

NOTA DE PESAR DA DIOCESE DE ALAGOINHAS PELO FALECIMENTO DO MONSENHOR MANOELITO DA CRUZ BRITO

A Diocese de Alagoinhas, na Bahia, manifesta seu pesar pelo falecimento de Monsenhor Manoelito da Cruz Brito, 75 anos, ocorrido na madrugada desta segunda-feira (21), no Hospital das Clínicas de Alagoinhas.

Natural da cidade de Biritinga – BA, Monsenhor Man

NOTA DE PESAR DA DIOCESE DE ALAGOINHAS PELO FALECIMENTO DO MONSENHOR MANOELITO DA CRUZ BRITO

A Diocese de Alagoinhas, na Bahia, manifesta seu pesar pelo falecimento de Monsenhor Manoelito da Cruz Brito, 75 anos, ocorrido na madrugada desta segunda-feira (21), no Hospital das Clínicas de Alagoinhas.

Natural da cidade de Biritinga – BA, foi ordenado sacerdote em 16 de dezembro de 1984, por Dom José Cornelis, primeiro bispo diocesano de Alagoinhas. Durante o exercício do seu ministério sacerdotal foi pároco nas cidades de Pojuca, Rio Real e Entre Rios, município que o acolheu ainda criança e onde viveu após deixar a função de pároco. Foi vigário geral da Diocese de Alagoinhas durante os governos de Dom Jaime Mota, bispo emérito, e Dom Paulo Romeu, atual bispo diocesano.

Monsenhor Manoelito doou mais de 34 anos de sua vida com amor e dedicação no serviço sacerdotal e como o Apóstolo Paulo ele hoje se apresenta reafirmando: “Combati o bom combate, completei a corrida, guardei a Fé” 2TM 4, 7. Que o seu testemunho de fé e doação, sobretudo aos mais pobres, seja para todos nós inspiração para continuar servindo e lutando por uma sociedade mais justa.

Manifestamos nossa solidariedade, unindo-nos fraternalmente aos familiares de Monsenhor Manoelito, ao povo de Entre Rios e de todas as demais paróquias da diocese que estão enlutadas e convidamos a todos para a missa de corpo presente que acontecerá nesta *terça-feira (22), às 8h na Matriz Nossa Senhora dos Prazeres, em Entre Rios.* Nessa segunda-feira, Memória da Bem-Aventurada Virgem, Mãe da Igreja, renovamos nossa profissão de fé em Jesus Cristo morto e ressuscitado e reafirmamos: “Cremos na ressurreição dos mortos e na vida eterna.” Amém!

Dom Paulo Romeu Dantas Bastos
Bispo Diocesano

oelito foi ordenado sacerdote em 16 de dezembro de 1984, por Dom José Cornelis, primeiro bispo diocesano de Alagoinhas. Durante o exercício do seu ministério sacerdotal foi pároco nas cidades de Pojuca, Rio Real e Entre Rios, município que o acolheu ainda criança e onde viveu após deixar a função de pároco. Foi vigário geral da Diocese de Alagoinhas durante os governos de Dom Jaime Mota, bispo emérito, e Dom Paulo Romeu, atual bispo diocesano.

Monsenhor Manoelito doou mais de 34 anos de sua vida com amor e dedicação no serviço sacerdotal e como o Apóstolo Paulo ele hoje se apresenta reafirmando: “Combati o bom combate, completei a corrida, guardei a Fé” 2TM 4, 7. Que o seu testemunho de fé e doação, sobretudo aos mais pobres, seja para todos nós inspiração para continuar servindo e lutando por uma sociedade mais justa.

Manifestamos nossa solidariedade, unindo-nos fraternalmente aos familiares de Monsenhor Manoelito, ao povo de Entre Rios e de todas as demais paróquias da diocese que estão enlutadas e convidamos a todos para a missa de corpo presente que acontecerá nesta *terça-feira (22), às 8h na Matriz Nossa Senhora dos Prazeres, em Entre Rios.* Nessa segunda-feira, Memória da Bem-Aventurada Virgem, Mãe da Igreja, renovamos nossa profissão de fé em Jesus Cristo morto e ressuscitado e reafirmamos: “Cremos na ressurreição dos mortos e na vida eterna.” Amém!

Dom Paulo Romeu Dantas Bastos
Bispo Diocesano

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.