Carta de Eric aos irmâos de todo o mondo, 15 outobro 2020

FRATERNIDADE SACERDOTAL JESUS+CARITAS

CARTA DE ERIC AOS IRMÃOS DE TODO O MONDO

15 de outubro 2020, Cidade de Dumaguete, Filipinas

Amados irmãos,

paz e amor fraterno a todos vocês neste tempo de pandemia!

Como Maria de Magdala anunciando a ressurreição de Jesus aos Onze, estou humildemente repleto de grande alegria pelas coisas que tenho para contar-lhes O Cristo Ressuscitado, preparando os irmãos para a boa notícia, disse a Maria para “ir e contar aos meus irmãos que eles devem ir para a Galileia. Lá eles me verão” (Mt 28,10). A Galileia é o lugar escolhido por Jesus para sua aparição serena, mas gloriosa, após a dolorosa crucificação. É também o lugar do encontro, da transformação e do mandamento renovado para segui-Lo para além do acontecimento da paixão. Enquanto eles contavam uns aos outros sua ansiedade em relação ao futuro, a confusão e a culpa sobre as coisas que haviam acontecido, Jesus se pôs no meio deles. Ele, pacientemente, levou-os a ver com novos olhos suas pequenas estórias de desilusão e dor à luz da estória maior do Reino de Deus. Somente após experimentar o perdão e a paz de Deus no Cristo Ressuscitado, é que os irmãos foram marcados permanentemente por uma renovada alegria e uma destemida coragem, para anunciar o Evangelho com suas próprias vidas até o próprio martírio.

Do mesmo modo, Jesus nos convida para ir à Galileia da nossa comunhão fraterna – local, nacional, regional, internacional – a fim de ver novamente o evento de Cristo em nosso mundo e em nossa história. Com o mesmo espírito, permitam-me compartilhar com vocês algumas propostas, sugestões para a reflexão e ação em vista das nossas atividades de preparação, celebração e pós-celebração em relação à canonização do Ir. Carlos. Estas propostas são fruto de nossas reuniões virtuais com a equipe internacional. Nossa esperança é que todos nós vamos, coletiva e individualmente, para um espaço de gratidão, alegria e temor por este dom. Que este dom possa também engendrar renovação, crescimento e novo compromisso para nós que temos sido inspirados pela vida e o testemunho do Ir. Carlos. É importante lembrar que comemoramos este dom com os outros membros da família espiritual.

Então, como devemos celebrar a canonização do Ir. Carlos? Embora a data ainda não esteja definida, sentimos que é importante planejar e organizar nossa gratidão e alegria. Antes de qualquer coisa, permitam-me fazer esta pergunta a vocês: Quão importante é a canonização do Ir. Carlos para você que segue sua espiritualidade? Como você a entende? Convido-o a refletir sobre esta questão por um tempo e escutar muito bem a sua avaliação inspirada deste evento. O seu próprio discernimento e o discernimento pessoal dos demais, quando compartilhados e escutados, serviriam como uma fonte donde nosso planejamento criativo e a celebração do acontecimento poderiam encontrar sua inspiração.

É nossa firme convicção que esta canonização não é para glorificar o Ir. Carlos. Isto é exatamente o contrário daquilo para o qual ele viveu. Trata-se, muito mais, de uma renovação afetiva e efetiva na Igreja, em nosso mundo, no clero, edificada sobre o carisma, a intuição, a mensagem, o legado do Ir. Carlos. Nossa Igreja hoje, através da corajosa liderança do Papa Francisco, está movendo-se em direção à missão para as periferias, a renovação da evangelização, para o cuidado com nossa casa comum, forjando fraternidades humanas para a paz global. A pandemia expôs um vírus mais complexo, que está gerando uma maior divisão entre ricos e pobres, aumentando tensões entre líderes políticos do nosso globo; uma economia de mercado que exclui as responsabilidades humanas e ecológicas, uma cultura que se tornou rápida e livre com a informação digitalizada de alta velocidade. O clero diocesano precisa de um ícone que inspire uma maior radicalidade na vivência do Evangelho e uma espiritualidade que fundamente nosso ministério nos caminhos não convencionais de Jesus de Nazaré. Ir. Carlos sempre foi e sempre será uma testemunha que aponta para Jesus. Após viver aquilo em que ele apaixonadamente acreditou, somos convidados a seguir o caminho que ele trilhou com o mesmo amor e a mesma intensidade até o nosso último suspiro.

Eis as nossas humildes propostas:

Que a canonização não seja apenas um evento de um dia, mas um prolongado processo distribuído em três fases diferentes: PREPARAÇÃO; CELEBRAÇÃO; PERÍODO APÓS A CANONIZAÇÃO;

Que convidemos todos os leigos/as, religiosas/os, diáconos, presbíteros, bispos para participar de nossos momentos de reflexão, oração e ação – em nível local, nacional, regional e internacional. Se possível, juntamente com os demais membros da família espiritual;

Que em nossa fase preparatória, sejamos guiados pelos seguintes temas para o discernimento pessoal e comunitário: A situação do pobre em nosso mundo atual (por Fernando Tapia); A biografia do Ir. Carlos e seu valor atual (Honore Salvadogo); Elementos essenciais da Espiritualidade inspirada por Ir. Carlos e sua atualidade (Tony Lanes); Nosso caminho de evangelização inspirado no testemunho do Ir. Carlos (Fernando Tapia); O diálogo inter-religioso na vida e intuições do Ir. Carlos (Jean François Berjonneau).

Eles estarão disponíveis semanalmente em nossa página virtual: www.iesuscaritas.org. Nós lemos, refletimos, rezamos e somos movidos por estas joias do Ir. Carlos. Faço um apelo humilde aos responsáveis continentais para motivar os responsáveis nacionais e locais, a fim de acessarem em nossa página virtual estes documentos. Desse modo todos nós poderemos beber da mesma fonte juntos;

Que nossas reflexões gerem liturgias criativas, ações missionárias e solidárias nas periferias em nível local, nacional, regional e internacional, se possível, com a colaboração dos demais membros da Família Espiritual;

A Associação da Família Espiritual do Ir. Carlos deverá organizar uma vigília na véspera da canonização em Roma. No dia após a canonização, na Basílica de São Pedro, haverá uma missa em ação de graças presidida pelo Reverendíssimo Dom John MacWilliam, Bispo do Saara. Maiores detalhes serão fornecidos assim que a data for fixada.

Que no período após a canonização apresentemos com dedicação Ir. Carlos e a sua espiritualidade, organizando semanas de Nazaré para jovens e para os padres interessados, e promovendo o Mês de Nazaré internacional, por idioma.

Grato a todos.

Que o Irmão Universal, São Carlos de Foucauld, interceda por nós, a fim de que sejamos renovados como padres diocesanos missionários e corajosos discípulos de Jesus de Nazaré, em nossos dias.

Transmito-lhes a afeição fraternal dos membros da Equipe Internacional.

Seu irmão servidor,

Eric LOZADA

PDF: Carta de Eric aos irmâos de todo o mondo, 15 outobro 2020 port

FRATERNIDADE DO BRASIL: O NOSSO IRMÂO JEOVÁ ELIAS FERREIRA, NOVO BISPO

Rinuncia del Vescovo di Goiás (Brasile) e nomina del successore

Il Santo Padre ha accettato la rinuncia al governo pastorale della Diocesi di Goiás (Brasile) presentata da S.E. Mons. Eugène Lambert Adrian Rixen da nossa fraternidade.

Il Papa ha nominato Vescovo della Diocesi di Goiás (Brasile) il Rev.do Jeová Elias Ferreira, del clero dell’Arcidiocesi di Brasília, finora Vicario Generale e Parroco di Nossa Senhora de Nazaré a Planaltina-DF.

Rev.do Jeová Elias Ferreira

Il Rev.do Jeová Elias Ferreira è nato il 24 agosto 1961 a Sobral, nell’omonima Diocesi, nello Stato di Ceará. Ha compiuto gli studi di Filosofia e quelli di Teologia presso il Seminario Nossa Senhora de Fátima dell’Arcidiocesi di Brasília. In seguito, ha ottenuto la Licenza in Teologia Pastorale a Bogotá (Colombia).

È stato ordinato sacerdote il 30 novembre 1991 ed è stato incardinato nell’Arcidiocesi di Brasília, nella quale ha ricoperto i seguenti incarichi: Amministratore della quasi-parrocchia Nossa Senhora das Graças a Samambaia-DF; Parroco di Santíssima Trindade a Ceilândia-DF; Parroco di Nossa Senhora do Rosário de Fátima a Sobradinho-DF; Membro dei Consigli Pastorale, Presbiterale e per gli Affari Economici; Vicario Episcopale.

Attualmente, è Vicario Generale e Parroco di Nossa Senhora de Nazaré a Planaltina-DF.

Jeová é o número 70 dos nossos bispos en fraternidade.

PDF: Fraternidade do Brasil, nosso irmâo Jeová Elias Ferreira, novo bispo